A energia da Terra é o eixo central para tratar a fibromialgia

Qua, 10 de Jul de 2019

A fibromialgia caracteriza-se por dor crônica em vários pontos do corpo, especialmente nos tendões e nas articulações. Conheça as principais recomendações.

Fibromialgia caracteriza-se por dor crônica que migra por vários pontos do corpo e se manifesta especialmente nos tendões e nas articulações. Trata-se de uma patologia relacionada com o funcionamento do sistema nervoso central e o mecanismo de supressão da dor que atinge, em 90% dos casos, mulheres entre 35 e 50 anos.

A dor da fibromialgia pode ser intensa e incapacitante, mas não provoca inflamações nem deformidades físicas. Entretanto, pode estar associada a outras doenças reumatológicas, o que pode confundir o diagnóstico.

Consideramos o corpo humano como um microcosmo que deve vibrar em harmonia com o macrocosmo em que vivemos. Qualquer desarmonia e desequilíbrio de energia levará à doença. Assim, partimos do fato de que o MTC reconhece a pessoa como "individual", portanto, diante de duas pessoas com a mesma doença, tratamentos distintos serão propostos.

A fibromialgia é um distúrbio caracterizado por dor musculoesquelética generalizada, geralmente associada à fadiga crônica. As causas desta doença são desconhecidas, mas atribui-se sua aparição para alguns fatores como estresse, infecções virais ou bacterianas, uma diminuição de serotonina, alterações nos mecanismos de percepção da dor, e até mesmo alguns cientistas acreditam que possam estar envolvidos mecanismos de ordem  genético.

Mas a fibromialgia é uma doença que vai muito além da dor. Envolve vários distúrbios que afetam o cotidiano de quem sofre, como fadiga, insônia, depressão, astenia, intestino irritável, etc ...

O tratamento convencional atualmente oferecido consiste em ajudar a aliviar a dor com vários tipos de fármacos alopáticos (antiinflamatórios, ansiolíticos, antidepressivos, relaxantes musculares, dentre outros).

Como dissemos, em MTC não existem doenças, mas síndromes, e em cada síndrome, há muitos fatores a serem considerados, como a energia que nós herdamos de nossos ancestrais, os fatores climáticos na área onde vivemos, a comida que nós ingerimos e o caminho adotado para levar nossa vida em geral.

Então, como devemos tratar esta doença? Por que dizemos que a energia da Terra é a chave para tratar com sucesso esta doença?

O equilíbrio físico do organismo dependerá da capacidade da Terra de transformar a energia útil e distribuí-la de maneira equilibrada. Qualquer alteração devido a um mau funcionamento da terra atingirá o conjunto dos órgãos, uma vez que eles não serão nutridos, produzindo uma fraqueza geral de todo o organismo.

O elemento Terra inclui o Baço e o Estômago, porque eles são responsáveis ​​pela transformação dos alimentos que ingerimos; atuam na formação da energia e na produção do sangue que alimenta nossas células. O baço influencia diretamente o tônus  e a condição de trofismo do tecido muscular. Fraqueza nos membros e atrofia muscular indicam que a energia do Baço é fraca.

Por outro lado, quando há dor, dizemos que há estagnação. No caso da fibromialgia, há uma estagnação do Qi do Fígado e da vesícula biliar.

Do ponto de vista da MTC, a pessoa que tem sintomas que estão associados a com esta doença estão relacionados com a vesícula biliar, porque para eles a vesícula biliar é muito mais do que uma pequena vesícula localizada sob o fígado que armazena e concentrados bile. Esta víscera, parte yang do elemento madeira (fígado é a parte yin), é como uma dobradiça, faz com que qualquer mecanismo (porta, janela ...) abra e feche sem dificuldade. A vesícula biliar é como a engrenagem do corpo, o que facilita os movimentos. Mas isso seria se a dobradiça estivesse em boas condições, porque as dobradiças são responsáveis ​​por proporcionar mobilidade e elasticidade ao corpo, e se elas rangem quando abertas ou fechadas, elas doem.

O mesmo acontece com o corpo, quando a vesícula biliar não cumpre suas funções adequadamente, sintomas como os associados à fibromialgia aparecem. É por isso que, para o paciente, qualquer movimento articular que ele realiza, seja no pulso, quadril, ombro, joelho, pescoço, é um sofrimento.

Por outro lado, vesícula biliar secreta sais biliares necessários para digerir e metabolizar gorduras, e colabora com o sistema linfático para expulsar os produtos tóxicos do metabolismo que estão instalados na criação de dores musculares e fadiga muscular. Na MTC, o bloqueio do meridiano da vesícula biliar causa dor de cabeça, tensão no pescoço e nos ombros. Basta estudar o caminho por onde passa este meridiano.

Não podemos esquecer que o contato com o mundo exterior gera emoções interiores. E toda emoção que geramos provoca reações fisiológicas por todo o corpo, secreções de vários hormônios, liberação de neurotransmissores no cérebro e no sistema nervoso, alterações na freqüência cardíaca e pressão arterial, ajustes na respiração, etc ... Quando essas reações emocionais são moderadas elas não causam danos sérios, mas quando eles se tornam extremos ou  persistem com o tempo, quando os mantemos e tentamos escondê-los, eles acabam afetando o organismo físico.

O estresse emocional em que vivemos é submetido a preocupações excessivas, ansiedade, medo, culpa, tristeza, juntamente com uma dieta irregular, fast foods, refeições irregulares, e tudo isso leva a uma deficiência energética de nossos órgãos.

Assim, distúrbios emocionais e distúrbios metabólicos formam um círculo vicioso de doença auto-alimentar.

Em relação às emoções, dizemos que a vesícula biliar está ligada à coragem, ousadia, dá o impulso para uma ação decisiva. De fato, costuma-se dizer que na antiguidade os guerreiros que lutavam nas primeiras fileiras eram considerados pessoas muito biliosas. As pessoas que têm bloqueios neste meridiano têm falta de coragem, iniciativa pessoal, um toque de timidez ou covardia injustificada, é difícil para eles tomar decisões e suportar as mudanças.

Na fibromialgia encontramos uma estagnação do Qi do Fígado que ataca o baço, enfraquecendo-o ainda mais (madeira ataca a Terra). O tratamento consiste em tratar o vazio do Qi do Baço e dispersar o Fígado e a Vesícula Biliar fazendo circular o deu Qi.

 

TRATAMENTO segundo dr. drauzio varella

 

O tratamento da enfermidade exige cuidados multidisciplinares. No entanto, têm-se mostrado eficaz para o controle da doença:

·         Uso de analgésicos e antiiflamatórios associados a antidepressivos tricíclicos;

·         Atividade física regular ajuda contra as dores da fibromialgia;

·         Acompanhamento psicológico e emocional;

·         Massagens e acupuntura.

 

Segundo o Prof. Alexander Raspa, A MTC oferece todas opções acima, substituindo os antidepressivos tricíclicos e fármacos alopáticos por ervas chinesas.

 

RECOMENDAÇÕES PARA QUEM TEM FIBROMIALGIA segundo o dr. drauzio varella

 

·         Tome medicamentos que ajudem a combater os sintomas;

·         Evite carregar pesos;

·         Fuja de situações que aumentem o nível de estresse;

·         Elimine tudo o que possa perturbar seu sono como luz, barulho, colchão incômodo, temperatura desagradável;

·         Procure posições confortáveis quando for permanecer sentado por muito tempo;

·         Mantenha um programa regular de exercícios físicos. Pode parecer contra a intuição, mas o movimento regular ajuda a prevenir crises de dor;

·         Considere a possibilidade de buscar ajuda psicológica; muitas vezes, quem tem fibromialgia é desacreditado por parentes e até por profissionais, o que pode abalar a saúde mental e agravar o quadro.

Mais uma vez a MTC contempla várias das indicações acima, com fitoterápicos para tratar a dor (fazer circular Qi e Sangue), práticas de tai chi chuan e Qi Gong como atividade física, e acupuntura para dor e estresse.

Prof. Dr. Alexander Raspa